sábado, 3 de abril de 2010

A vida é poesia!



- E se um dia eu voltar a te procurar?
- Conversaremos e daremos risadas.
- Será que você está tão triste quanto eu?
- Não posso medir a tristeza dos outros. A minha já basta.
E ambos, parados, com a mão no rosto e olhos fixos no monitor, sabiam que nada mais havia a ser escrito.

6 comentários:

Affonso Schmitt Paiz disse...

Profundo!!!

Zé Vargas disse...

Linda poesia, adoro a foto do Eugene...[]

Cris disse...

Valeu, Zé!

Anônimo disse...

Ainda fico com a mão no rosto quando leio essa poesia.

Cris disse...

Olha a coincidência. Acabei de ler. Haha.

Anônimo disse...

Ainda fico com a mão no rosto quando leio essa poesia. Novamente.