quarta-feira, 7 de abril de 2010

Eu, comigo

Estou fechada para balanço.
Só eu e eu, embaladas por música.
Não quero algema! Quero pulseira!
Quero alma leve e pés no chão,
Descalços,
Que é pra não perder a leveza quando se precisa ser racional.
Nada de expectativas, decepções,
Lágrimas, acusações,
Quero céu claro ou assistir ao temporal
Deixe-me com meu blues! Deixe-me com meu rock!
Tanto faz! 

O balanço está bom assim.
Só eu, comigo,
Cuidando de mim.”


Um comentário:

Mirella disse...

essa é a minha preferida!!!!!Adoro...