sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Um Best Seller para chamar de SEU

Na disciplina de Leitura e Produção de Textos, o professor propôs que escrevêssemos a nosso respeito. Uma breve biografia, na qual falaríamos sobre nossas vidas, interesses culturais e sonhos; as escolas pelas quais passamos, dentre outras coisas. Achei a proposta tentadora. Imediatamente, veio à memória uma entrevista que Fabrício Carpinejar, escritor gaúcho, concedeu ao Jornal do Almoço, falando sobre sua oficina de terapia literária. Ele e a repórter saíram pelas ruas perguntando às pessoas se suas experiências pessoais renderiam um livro, e, todos os entrevistados disseram que sim. Alguns deles, disseram: "muitos livros".
Minhas histórias renderiam bons livros e, com certeza, as suas também. Não percebemos que produzimos um material riquíssimo em detalhes, dignos de best sellers, enquanto simplesmente vivemos. Fatos marcantes, absurdos, divertidos, conflitantes, decepcionantes e emocionantes são escritos nas páginas de nossa biografia todos os dias.
Agora mesmo, antes de começar a escrever este texto, vivi uma situação divertidíssima, que conto aqui, com a autorização da personagem principal da história. Lá estávamos, no meio da rua. Eu, de meias e chinelos, correndo e empurrando a moto. Minha amiga, sentada na moto, ajudava a 'dar embalo' com os pés. Depois de muitas tentativas e um pouco de suor, conseguimos fazer com que a moto 'pegasse no tranco'. Quase perdemos as forças rindo da situação cômica que enfrentávamos, e comentamos: "Isso vai ficar para a história".
Todas as situações que eu e você já vivemos, ficarão para a história. Já encarou sua vida como um livro sendo escrito? É a única oportunidade que temos de fazer com que nosso personagem real seja o protagonista.
Deus nos dá a vida e cabe a nós decidirmos se seguiremos ou não o roteiro maravilhoso que Ele escreveu. Você é o artista, e o resultado da obra depende unicamente do seu desempenho em seguir o roteiro, que sabemos, tem um final feliz.

4 comentários:

Téo disse...

Não tive tempo pra ler o texto mas vou dizer que está bom. confio em ti! shuhuashuashusahu

bjs

Téo disse...

Agora sim, li. Li e adorei.
Realmente, não nos damos conta de situações que acontecem diariamente a nossa volta.

Mas me manda teu prefácio aí. hehehehe

Cris disse...

Eu estava só esperando! Ai de ti que não criasse vergonha e lesse o post!! hauhauhaah
Meu prefácio? Explique isso melhor...

Téo disse...

do teu best seller...hehe