segunda-feira, 3 de agosto de 2009

E pra mim, um cafezinho...

Apparício Torelly, mais conhecido como Barão de Itararé, cursava Medicina. Conta-se que certo dia, o professor se dirigiu a ele e perguntou:
- Quantos rins nós temos?
Ele respondeu:
- Quatro.
E ouviu uma gargalhada do arrogante professor que, não satisfeito, ainda ordenou a seu
assistente:
- Me traz um punhado de capim, pois temos um asno na sala.
Apparício aproveitou a deixa e pediu:
- E para mim, um cafezinho!
Foi expulso da sala, mas, na saída, ainda teve a audácia de corrigir o professor:
- O senhor me perguntou quantos rins nós temos. ‘Nós’ temos quatro: Dois meus e dois seus. ‘Nós’ é a 1ª pessoa do plural. Tenha um bom apetite, seu capim está chegando.
Não é brilhante? Podemos tirar duas lições bem legais daqui:
1ª - Não subestime 'os outros' por achar que tem conhecimento. 'Os outros' podem ter imaginação...
2ª - Peça o cafezinho e não o capim! Leve as coisas com bom humor e criatividade. Tudo fica bem mais leve! Pelo menos pra você!

*Apparício Fernando de Brinkerhoff Torelly (29/01/1895 - 27/11/1971), foi Jornalista. Escritor e pioneiro no humorismo político.

Nenhum comentário: