terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Quando Flanders Falha...

No episódio Quando Flanders Falha, do desenho animado The Simpsons, Homer e Flanders, o vizinho “perfeito”, disputam a sorte no ossinho da galinha (aquela velha brincadeira). Antes, teriam que fazer um pedido e quem ficasse com a maior parte do ossinho da galinha, teria seu desejo realizado. Homer, para variar, começa pensando em coisas do tipo: “Presidente declara a paz mundial”, mas muda de pedido, “muito altruísta”, pensa em “Presidente Simpson anuncia a paz mundial”, muda para “Presidente Simpson vence campeonato mundial”, e após chegar a cogitar a morte do vizinho como um pedido, resolver pedir que a loja que vende artigos para pessoas canhotas, que Flanders acaba de inaugurar, vá à falência.
No desenho Flanders realmente perde tudo e é obrigado a fechar a loja. Simpson se arrepende e acaba ajudando o vizinho falido a reaver seus bens.
O que nos chama a atenção neste episódio é o fato de que as pessoas nem sempre sabem lidar com o sucesso alheio. Homer tem uma implicância terrível com Flanders, mesmo sem esse nunca ter feito nada de mal a ele. Flanders o irrita, simplesmente por existir e estar sempre feliz. E quantas pessoas nós conhecemos que não gostam de alguém e simplesmente não conseguimos entender o motivo? Melhor ainda: Quantas pessoas nos parecem insuportáveis e nunca nos fizeram nada?
No caso de Homer, a inveja fez com que desejasse ver o vizinho numa pior. Imaginar o vizinho falido dava-lhe alegria e fora dos desenhos animados, a cena continua a mesma. Quando alguém alcança o sucesso, é comum a pergunta: Por que ele e não eu? E quando alguém “cai”? “Antes ele do que eu”.
Mas, calma! Há um lugar ao sol para todos!
Vibre de verdade com o sucesso das pessoas a sua volta. São elas que vão torcer por você. Ou não. Vai depender da sua atitude.
...
Se tivesse que fazer um pedido. O que pediria?

Nenhum comentário: