quarta-feira, 18 de junho de 2008

Da falta de tempo

Estamos constantemente lutando contra o tempo. Na verdade, nunca estamos satisfeitos com ele. Nossa percepção de "tempo" varia conforme os acontecimentos do dia a dia. Se um dia vai mal, você torce para que acabe logo e ironicamente no fim das contas, você acaba com a impressão de que foi um dos dias mais longos da sua vida. Quando o momento é bom, torcemos para que o tempo passe devagar, para que o tempo pare. Mas ele não pára. O ponteiro anda obedientemente, minuto após minuto, sempre da mesma forma.
Vivemos sem tempo. Encontramos nossos amigos em salas virtuais. Dividimos o nosso tempo em fatias destinadas ao estudo, ao trabalho, ao sono e por mais que tentemos nos organizar, gostaríamos que certos dias tivessem mais do que 24 horas.

"Cada dia na África, uma zebra se levanta e sabe que terá que correr mais rápido que o leão ou será morta. Cada dia na África, um leão se levanta e sabe que deverá correr bem mais rápido que a zebra ou morrerá de fome. Cada dia na África, quando o sol levanta, não importa se é leão ou zebra... é melhor começar a correr."

Desconheço o autor desse texto, mas ele demonstra exatamente como é a vida, não na África, mas nos tempos modernos, na nossa selva. Temos que correr! E essa correria faz com que não percebamos o tempo passar. Não sei quanto a você, mas já me "peguei" dizendo: "-Nossa, já estamos em Junho! Metade do ano! Passou muito rápido!"
Cabe a nós administrarmos o nosso tempo da melhor maneira possível. Acalme seu ritmo. Que na correria do dia a dia, você possa desfrutar de bons momentos... aqueles momentos legais que nos fazem desejar que o tempo passe devagar. Bem devagar...

Já disse alguém por aí:

"Quem espera que o tempo passe rápido, por outro ponto de vista, quer morrer mais cedo..."


Nenhum comentário: